Pesquisa Lauro Hoje

Ocupação de UTIs pediátricas por Covid-19 pode adiar volta às aulas presenciais em Salvador

De acordo com Neto, a capital nunca teve um número tão alto, principalmente, com casos graves envolvendo crianças

Por Rodrigo Pimentel em 13/10/2020 às 16:01:04

O prefeito de Salvador, ACM Neto, durante a reconstrução da Escola Municipal Elisa Saldanha, na Fazenda Grande III, nesta terça-feira (13), além de comentar sobre o desrespeito as medidas de restrições nas praias de Salvador, o prefeito ainda falou sobre o aumento preocupante na demanda por internações pediátricas pelo novo coronavírus na capital baiana, o que pode interferir na decisão sobre a volta às aulas presenciais.



"Hoje, temos 70% dos leitores de UTI pediátrica ocupados na cidade. Todo movimento de aumento de casos representa um alerta para a prefeitura. Houve esse movimento que nos chamou a atenção e vamos aguardar para ver se o aumento é momentâneo ou se é algo permanente. Mas é claro que tudo isso tem influência direta nas conversas para o retorno às aulas", declarou o gestor.

De acordo com Neto, a capital nunca teve um número tão alto, principalmente, com casos graves envolvendo crianças. O prefeito também criticou a falta de consciência da população ao falar sobre as aglomerações nas praias de Salvador vista na segunda (12).

O prefeito ainda salienta que é preciso observar o aumento nas internações de crianças pela Covid-19 para só depois pensar na retomada das atividades escolares em Salvador. "Temos que aguardar para ver. Mas é claro que todos esses dados terão relação direta na decisão de liberar as aulas", disse ACM, que espera uma reunião com o governador Rui Costa (PT) nesta semana para tratar do assunto.

Fonte: BN

LauroZap Fullbanner

Comentários