Pesquisa Lauro Hoje

Novo indicado ao STF terá de ser evangélico e amizade é um critério "importante", diz Bolsonaro

Kassio Nunes Marques, católico e desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) é indicado para o cargo

Por Rodrigo Pimentel em 02/10/2020 às 11:22:11

Em transmiss√£o ao vivo no Facebook nesta quinta-feira (01), o presidente Jair Bolsonaro afirmou o futuro indicado para o Supremo Tribunal Federal precisar√° ter dois atributos: ser evangélico e "tomar tuba√≠na comigo". Bolsonaro anunciou a indica√ß√£o de Kassio Nunes Marques, católico e desembargador do Tribunal Regional Federal da 1¬™ Regi√£o (TRF-1), para a vaga do ministro Celso de Mello, que antecipou a aposentadoria.

Bolsonaro ainda declarou, na transmiss√£o, que n√£o basta que o curr√≠culo do candidato seja "maravilhoso", além da necessidade de ser evangélico, ele só indicar√° se conhecer, a amizade é critério "importante" para fazer a indica√ß√£o dos ministros.

"A quest√£o de amizade é uma coisa importante, n√£o é? O conv√≠vio da gente. Eu vou indicar o ano que vem. Primeiro pré-requisito: tem que ser evangélico, 'terrivelmente evangélico'. Segundo pré-requisito: tem que tomar tuba√≠na comigo, pô", disse o presidente.

"N√£o adianta chegar um curr√≠culo agora aqui, maravilhoso, dez. Dez, o curr√≠culo, indicado por autoridades, dez. Mas se eu n√£o conhecer, n√£o vou indicar. O meu compromisso é com um evangélico", completou.

De acordo com o presidente, o indicado também precisar√° "conhecer gente" no Supremo e no Congresso:

"Quando no passado falavam que tinha que ter um negro, tinha que ter uma mulher, ninguém falava nada. Quando eu falo que tem que ter um evangélico... Mas n√£o é só porque é evangélico, tem que ter conhecimento de causa também. Tem que transitar em Bras√≠lia, conhecer gente do Supremo, conhecer o parlamento."

Bolsonaro afirmou ainda que a inten√ß√£o ao indicar um ministro evangélico ser√° defender interesses conservadores e "ganhar alguma coisa l√° também", em refer√™ncia aos temas que s√£o levados ao STF. "Eu quero botar uma pessoa l√°, n√£o é para votar certas coisas e perder por 10 a 1, tudo. 'Ah, eu votei contra'. N√£o. Eu quero que essa pessoa vote com suas convic√ß√Ķes, de acordo com o interesse dos conservadores, mas que busque maneira de ganhar alguma coisa l√° também", disse.

É importante lembrar que, em 2021, Bolsonaro ter√° que indicar outro ministro para o lugar de Marco Aurélio Mello, que ter√° de se aposentar compulsoriamente porque completar√° 75 anos.

Fonte: G1

LauroZap Fullbanner

Coment√°rios

Isael Barros